5 de maio de 2020

Bravetown (filme)

Então, eu vi um vídeo que tinha cenas desse filme, fui pesquisar e descobri que tinha o Josh Duhamel, que é meu amorzinho, e fiquei louca pra assistir.

Tudo bem, eu achei que era um daqueles filmes clichês do filho que faz merda e é obrigado a ir morar com o pai. Mas gente, eu não tinha como estar mais enganada!

Sim, a premissa inicial é essa.

Josh é dj e depois de ter uma overdose por conta de droga, acaba sendo obrigado pela justiça a morar com o pai, o qual nunca conviveu. Ele odeia, é obvio. Mas é obrigado a conviver.

Lá ele é obrigado a fazer terapia com o Alex (que é o Josh Duhamel) e acaba conhecendo a Mary na escola, ela é do grupo de dança da escola e ele acaba ajudando a equipe com as músicas pros torneios.

Ok, essa é a ideia inicial e eu achei que ia ficar envolta do relacionamento do pai dele ou do relacionamento dele com a Mary, mas não. Tem muito mais a ver com como as pessoas lidam com a perda (a cidade é cheia de gente que perdeu alguém na guerra), saber perdoar, saber se perdoar e enfrentar os próprios problemas. E é maravilhoso, assistam, é sério!

Nenhum comentário
Pietra Olsen

Deixe o seu comentário!