8 de outubro de 2019

Tudo por um popstar

Bom, que eu gosto de filmezinho adolescente muita gente já sabe, então né? Então, essa semana assisti Tudo por um popstar, um filme levinho e engraçadinho e vou dizer que o motivo de eu ter assistido foi por que é com as lindas da Maísa, Klara Castanho e Mel Maia. Poxa, as três são umas fofas e eu não supero o fato delas já estarem tão crescidinhas.

Enfim, o filme conta a histórias e três meninas que são muito fãs da boy band Slavabody Disco Disco Boys (um dos meninos é interpretado pelo João Guilherme). Um dia eles anunciam que farão show no Brasil e as meninas ficam doidas pra ir no show e conhecer os garotos.

Então é aí que as coisas se complicam um pouco, por que elas precisam convencer os pais delas pra isso. O problema é que eles não querem deixar, mas elas convencer uma parente de uma delas a ir como acompanhante responsável, mas a menina é maluquinha que só ela (é interpretada pela Giovanna Lancellotti). Beleza, elas dão um jeito e conseguem convencer, daí o problema é que esgotam os ingressos. Pra conseguirem ir, ela precisam participar de uma promoção de um youtuber (que é interpretado pelo Felipe Neto) que consiste em gravar um vídeo demonstrando todo o amor pelos meninos e mandar pra eles, o melhor vídeo ganha 3 credenciais. As meninas ganham e é só alegria. Quando elas chegam no Rio de Janeiro pra ir no show, a maluquinha responsável resolve ir pra Angra pra uma festa com os amigos e deixa as meninas sozinhas, assim elas resolvem ir pegar as credenciais e descobrem o youtuber é um mentiroso e não ia dar credencial nenhuma. Elas tentam de tudo pra conhecer os Slavabody Disco Disco Boys.

E é aí que as aventuras delas começam: fingir desmaio pra entrar no hotel, se disfarçar, pular janela, chantagear o youtuber pra pegar as credenciais, dar ruim pras credenciais, entrar de penetra no show, ser pegas pelos seguranças.

Mas como todo o filme adolescente, dá tudo certo no final.

O filme é baseado em um livro da Thalita Rebouças de mesmo nome.

Nenhum comentário
Pietra Olsen

Deixe o seu comentário!