13 de junho de 2020

Alice, Anne Marck

Eu já falei sobre o primeiro livro da série Renda-se aqui. E como eu falei, cada livro fala sobre uma das amigas, no primeiro foi a Julia e agora é a vez da Alice.

Cara, a Alice é uma fofa, sério. De todas as amigas ela é a que ainda acredita no grande amor e tals, tanto que ela tem uma floricultura e ama muito o dia dos namorados. E é nessa data que o livro começa: um homem furioso entra na loja dela e grita com ela por conta de um engano cometido pela loja quando entregaram flores a cada hora no apartamento dele.

Além do habitual, hoje temos de tudo: pedido de namoro, casamento, de desculpas, comemoração de aniversário de relacionamento… É definitivamente o dia do amor!

Ok, tudo resolvido, até o dia seguinte. Alice sai do mercado e acaba batendo com o carro em outro carro que estava estacionado. O que ela não esperava é que o dono do carro fosse Benjamin, o mesmo homem que entrou na loja dela furioso no dia anterior.

– Eu te ligo – ignorando minha pergunta, ele desencosta do carro, retira as sacolas do chão e se prepara para ir embora.

A questão é que obviamente o santo dos dois não bateu que nem os carros. Porém, eles precisam se encontrar pra resolver o conserto dos carros. E no final desse encontro acaba rolando um beijo. Qual o problema disso? Benjamin sai correndo e se passam duas semanas sem ela ter sequer uma notícia dele.

E é aí que mais uma coincidência acontece, ela vai fazer uma entrega no prédio dele e ambos ficam presos no elevador. Quer mais coincidência? A loja dela vai decorar um evento na faculdade pra homenagear um professor. E quem é o professor? Isso mesmo, o Benjamin.

Ai mano, eu amo tanto uma história de amor regada a clichês e coincidências idiotas.

Enfim, nenhum dos dois consegue lidar com o que tá acontecendo. E pra tu saber o que mais acontece nesse livro maravilhoso, tu vai ter que ler o livro inteirinho, mas já falo que amei muito a história.

Se quiser comprar o livro, é só clicar aqui.

Nenhum comentário
Pietra Olsen

Deixe o seu comentário!