18 de abril de 2020

E se tocássemos o céu?, Leo Oliveira

Cara, eu acompanho o Leo a muito tempo. E nessa quarentena muitos ebooks foram disponibilizados de graça na Amazon e fiquei extremamente feliz quando vi que o livro dele tava na lista.

“Existem momentos em que acredito em mim, mas eles são tão raros que nem sempre me sinto feliz com o que vejo quando me olho no espelho.”

Joaquim é negro, filho de um casal gay, gay também e completamente louco pelo Chris Hemsworth. E sendo assim, ele “manda” emails pra ele como se fosse um diário, ok é pra um email achado aleatoriamente no tumblr, mas ele finge que acredita que vai pro Chris.

“Eu me orgulho de cada parte de mim, de cada pedacinho que forma o meu rosto, minhas curvas, minha pele. Mesmo quando tudo isso machuca. Se sentir bem na sua própria pele não é algo simples como acordar, abrir a janela do quarto, correr até o banheiro e sorrir para o que você vê no espelho. Às vezes é uma tarefa tão complexa que se olhar no espelho ´a parte mais difícil da jornada.

Os pais dele se conheceram em um supermercado, então quando ele cruza no supermercado com um carinha, tudo o que ele menos quer é se apaixonar pelo cara. O Sal é fofo demais, gente!

“sentir-se bem na própria pele é aceitar cada uma das cicatrizes, internas e externas; é brincar com o fato de que perfeição não existe. É ter plena consciência que este sou eu e não há nada capaz de mudar isso.”

Não posso me apaixonar em um supermercado, não posso!

Além disso, ele saiu não tem muito tempo de um relacionamento um tanto quanto conturbado e nem superou direito ainda.

“Se o sol toca seu coração, há sempre uma ilusão. Até onde eu poderia ir se tentasse resistir? Quero me conhecer, quero me amar. Por que dói tanto escolher quem nunca vai me aceitar?”

“Segundos antes de fechar os olhos, respiro fundo e agradeço por estar aqui. Por ter pais que me amam e me aceitam do jeitinho que eu sou.”

E pra melhorar toda a loucura, Chris Hemsworth é confirmado pra vir pro Brasil, na Comic Con. É a chance do Joa conhecer o ídolo dele.

“Essa é a magia da música, ela engana seus ouvidos com uma promessa de te fazer esquecer todos os seus problemas, mas a verdade é que ela te faz pensar ainda mais neles. A verdade dói.”

“A verdade é que a felicidade, por mais bonita que seja, não é tudo. Ela faz parte do equilíbrio, da balança que move nossos sonhos. Mas quanto mais penso sobre ela, quanto mais busco, menos a encontro.”

É um livro sobre o que a gente pensa de nós mesmos e o que a gente espera da gente. É um livro muuuuito fofo e de deixar o coração quentinho de uma forma imensa.

“É por isso que o silêncio é tão tentador em alguns momentos. Ficar quieto é mais fácil do que gritar aos quatro ventos.”

“você precisa extravasar estas emoções, Joa, e escrever é o que você sabe fazer de melhor.”

Eu me apaixonei pelo livro no instante em que eu li a primeira página, pela escrita, pela diagramação (apesar de ser ebook), pela capa, pelo Joa e pelo Sal.

O livro é sensivel, é fofo, sabe falar de insegurança de uma forma leve.

“Sei que deveria contar isso para os meus pais, falar para eles como estou me sentindo. Mas a verdade é que nem mesmo eu sei como me sinto, acho que só estou vivendo um dia após o outro enquanto carrego uma mochila mais pesada do que meus ombros conseguem suportar.”

Eu acho que eu nunca fiz tanta marcação em um livro que não fosse de crônica ou poesia. Não coloquei todas aqui por que ia ficar muita citação pra pouca resenha, mas cara, quantas frases maravilhosas!

3virgula14 | e se tocássemos o céu?

“O amor é um sentimento confuso. Um dia você está apaixonado e, no outro, o amor começa a diminuir até não restar mais nada. E mesmo quando não há nada para buscar, você continua procurando por indícios que mostrem que ainda resta, ao menos, um por cento do que sentia.”

“Eu me amo à minha maneira e, infelizmente, para muitos esse não é o jeito certo.”

Quem quiser ler o livro, tem o e-book na Amazon aqui.

Quem quiser acompanhar o Leo nas redes sociais, é só clicar nos links abaixo:
Insta
Twitter
Youtube

2 comentários
Pietra Olsen

Deixe o seu comentário!

  1. Leo Oliveira disse:

    Eu amei saber que você gostou da história, isso me deixa muito feliz. Obrigado por ter lido e por me apoiar há tanto tempo!