21 de junho de 2020

Conexão Cruzada, Victoria Gomes

Mais uma sériezinha de livros que tava de graça na amazon no início dessa quarentena. Acho que são três livros (ou seja uma trilogia e não uma série, sorry) e o primeiro é Conexão Cruzada.

Juliana é uma mulher que não tá a procura de relacionamento (de nenhum tipo mesmo), ela sempre batalhou muito pela carreira dela e tá muito feliz na enorme empresa que ela trabalha como secretária executiva de um dos chefões. Porém, nem tudo é tão feliz: os boatos que correm pela empresa é que ela só conseguiu esse cargo por ter dormido com o chefe. O que definitivamente não é verdade!

A relação da Ju com o Edu, o chefe dela, sempre foi apenas estritamente profissional, tão profissional que chega a incomodar o próprio Edu, já que ela é mais do que uma secretária que trata dos assuntos profissionais dele, ela trata de toda a vida pessoal dele também.

Porém, toda essa distância que a Ju coloca entre ela e o Edu é pra esconder o fato de as pernas dela bambearem sempre que ela vê ele, mas ela sempre coloca o profissional acima disso, além de achar que Edu nunca se interessaria nela, visto que ela não se acha nos padrões que ela acha que o Edu gosta.

Mais um porém aqui, ela não fazia ideia do quanto ela balança o coraçãozinho do Edu desde que ela entrou na empresa, por isso que ele se incomoda tanto com a distância que ela coloca entre os dois.

Eduardo é simplesmente o cara perfeito, sem defeitos. Quando ele entende o motivo de Ju não querer ter nada com ele, ele meio que faz uma proposta pra ela: mostrar que ele é muito mais do que o chefe dela, fazer com que ela pare de enxergar ele apenas dessa forma.

Eles conseguem se entender? Conseguem. Mas tem alguém que não fica feliz com isso, Vinicius, irmão do Edu, é que realmente manda na empresa e percebe que o Edu para de viver somente para a empresa e passa a ter uma vida fora do ambiente de trabalho quando ele se ajeita com a Ju, por isso ele arma de tudo pra conseguir separar os dois e fazer com que o Edu volte a viver somente pela empresa.

Tem muita reviravolta, muita coisa louca que os personagens descobrem e muita babaquice do Vinicius, que é um personagem odioso.

O livro tem mais de 700 páginas. Sim, mais de 700 páginas e muitas vezes tu nem percebe isso, a leitura é bem fluida e bem de boas apesar de ser um livro enorme.

Então, quem quiser comprar o livro é só clicar aqui.

Nenhum comentário
Pietra Olsen
20 de junho de 2020

Brincando com Fogo (Too Hot Too Handle)

Depois de 2 meses, 2 fucking meses, eu terminei de assistir Too Hot Too Handle. E não se engane, não é por que eu não gostei ou algo do gênero. Eu ameeeeei!

Obviamente sou obrigada a avisar que contarei spoilers por que né, nem sei como falar disso sem falar algo que possa ser um spoiler.

Então, Brincando com fogo é um reality show estilo De férias com o ex: um bando de jovens lindos e maravilhosos em uma praia muito bonita por algumas semanas. Porém tem o seu diferencial: em Brincando com fogo os participantes não podem se pegar, se beijar, transar, nada sexual é permitido. Caso alguém quebre as regras, uma parte do grande premio de 100k dólares será perdida e esse dinheiro é de todo mundo. Se um quebra as regras, todo mundo perde.

A ideia é a seguinte: em vez de criar conexões carnais criar conexões mais profundas uns com os outros. Eu curti muito a ideia, porém achei bem forçado o quanto as pessoas estavam desesperadas por não poder trocar sequer saliva com os outros. Mas ok, vamos não pensar tanto assim.

Eu me apaixonei pelo Harry e pela Francesca desde o início, talvez pelo fato da Francesca ser um mulherão e o Harry parecer ser apenas um garotinho. Obviamente fiquei bem pistola quando o Harry fez a cagada de mentir sobre o beijo dele com a Francesca (perdendo o dinheiro de todo mundo). Mas depois torci muito pra eles ficarem juntos.

O Sharron e a Rhonda foi outro casal que eu amei, o quanto eles cresceram, o quanto eles se fizeram bem. Confesso que eu amei como o David lidou com o fato de estar a fim da Rhonda, mas ser amigo do Sharron e o como ele lidou com o dilema amigo x mulher. Senti um puta orgulho.

Pessoas irritantes: Kori, Hailey e Bryce. Tanto que os dois primeiros foram expulsos e ficaram sem o prêmio, o Bryce ficou meio legal no final e pode ficar até o finzinho.

Ai, gente! Eu amo a Lana, tanto, tanto, tanto.

Todo mundo, inclusive os próprios participantes, achava que teria apenas um vencedor. Alguns até tentaram descobrir quem ia ganhar, achando que o prêmio seria em casal: pra Francesca e pro Harry, ou pra Rhonda e pro Sharron. Porém, ninguém imaginava que o prêmio seria dividido entre todos os participantes que chegaram até o final, por todos terem conseguido atingir as expectativas do programa (exceto os que foram expulsos antes do retiro).

Eu amei, e recomendo que todos assistam.

Nenhum comentário
Pietra Olsen
19 de junho de 2020

Trabalho e chamada com amigos | vlog #38

Bom, essa semana não foi muito movimentada. Eu trabalhei e trabalhei.

Algum dia, não lembro qual eu joguei stop e gartic em vídeo chamada com um pessoal que eu só conheço uma pessoa. Porem, fiquei em último lugar no stop, mas tava ganhando no gartic porem fui dormir sem ganhar. 😀

Teve uma correria no trabalho, mas fora isso foi tudo tranquilo.

Nenhum comentário
Pietra Olsen
<<...91011...203040...>>